SAP

SAP Business One

Fluxo de caixa

Finanças

Sistema de Gestão

ERP

  • Golive

Metodologia ágil: o que é?


Metodologia ágil o que é?
Metodologia ágil o que é?

Quando o assunto é gestão, projetos e inovação, a metodologia ágil é um dos itens mais em alta atualmente e a sua busca cresceu de modo exponencial nas últimas décadas, conforme as empresas que adotaram o modelo se tornaram alguns dos maiores players em seus mercados – desde o desenvolvimento de softwares até montadoras de automóveis.

Estas metodologias revolucionaram indústrias, permitindo que negócios com poucos colaboradores e recursos pudessem competir contra multinacionais (e vencer) e estão em constante evolução, demonstrando um potencial ainda maior pela frente.


Mas você sabe, exatamente, o que são metodologias ágeis?


Metodologia ágil é uma forma de conduzir projetos que busca dar maior rapidez aos processos e à conclusão de tarefas. Não apenas isso, mas elas baseiam-se em um fluxo de trabalho mais ágil, flexível, sem tantos obstáculos, com total iteratividade entre as pessoas envolvidas.

A lógica é simples: se você consegue conduzir processos de maneira mais rápida e barata, você consegue melhorar os níveis de produtividade. Abaixo destacaremos algumas das principais características encontradas em sua funcionalidade:

  • Desenvolvimento incremental, ou seja, de melhoria contínua;

  • Cooperação entre equipe e cliente (ciclo de feedback constante);

  • Entregas rápidas e de alta qualidade;

  • Flexibilidade de escopo do projeto;

  • Criação de valor progressiva e de acordo com as necessidades do cliente;

  • Adaptabilidade às mudanças e alto nível de inovação.


De acordo com a pesquisa PMI’s Pulse of the Profession 2018, realizada pelo Instituto PMI, 73% das organizações globais já utilizam os métodos ágeis para gerenciar seus projetos.


Diferenças entre metodologias clássicas e metodologias ágeis


O que conhecemos como metodologia tradicional, ou metodologia cascata, é aquela sequência predefinida de etapas, como análise de requisitos, desenvolvimento, testes, produção e manutenção. Estas se baseiam na previsibilidade dos resultados . Seus projetos tem escopo linear, cronograma detalhado, orçamento bem definido e pouco espaço para mudanças.

No método tradicional, procuramos minimizar as alterações de escopo para não comprometer o planejamento inicial do projeto.


As metodologias ágeis caminham na direção oposta: escopo baseado em ciclos de atualização , cronograma em blocos de tempo , orçamento que pode crescer ou diminuir conforme o projeto apresenta resultados e mudanças constantes.

Elas costumam ser as melhores soluções em ambientes de incerteza e instabilidade – quando você não sabe exatamente qual tecnologia, concorrente ou comportamento do consumidor encontrará daqui há alguns meses. Na metodologia ágil, o foco é adaptar ao invés de planejar.

Nela o cliente consegue ver resultados rapidamente e dar seu feedback durante todo o processo – daí a característica incremental do método.


Em resumo, a proposta é a de realizar projetos com um funcionamento mais eficiente e acertado, através de uma metodologia de gestão que valoriza mais a dinâmica e a interação entre os colaboradores. Procedimentos cristalizados, documentos volumosos e burocracias dão lugar a uma maior produtividade, entregas rápidas, feedbacks e comunicação.

A mudança de um funcionamento convencional para a ágil demanda uma modificação na mentalidade dos colaboradores, pois a forma de atuar se torna completamente diferente. Os profissionais passam a atuar de forma multifuncional e versátil.


Pense, por exemplo, nas versões constantemente atualizadas dos smartphones, ou nas funcionalidades adicionadas em aplicativos e redes sociais. As empresas por trás desses produtos sabem que uma nova tecnologia vai surgir em pouco tempo, mas não podem esperar até que ela esteja disponível.

Principais Metodologias Ágeis


Para entender definitivamente a metodologia ágil, nada melhor do que conhecer os principais tipos existentes.

Scrum


O Scrum é um dos métodos ágeis mais versáteis e complexos. Lançado em 1990, ele oferece uma dinâmica única para organizar equipes em torno de um objetivo comum, seja a criação de um software, produto ou serviço.

É o modelo ágil mais popular atualmente, e funciona na divisão do projeto em ciclos, chamados sprints, onde pequenas equipes trabalham de forma independente. Sendo assim, à medida que os ciclos são concluídos a equipe se reúne para tratar feedbacks e projetar novas etapas.

Kanban


O Kanban é a metodologia ágil mais antiga, inspirada nos métodos dos japoneses para organizar o fluxo de trabalho nas fábricas. Nos anos 1960, a Toyota desenvolveu o sistema Kanban, que consistia basicamente no uso de cartões de sinalização para representar o status dos produtos e ajudar a sincronizar o estoque com a produção.

Hoje, nós replicamos esse sistema nos famosos quadros com post-its, ou em plataformas como o Trello, que oferecem uma visão geral do andamento das tarefas na empresa.

Embora não seja considerado especificamente uma metodologia ágil, o Kanban atua para organizar processos e proporcionar agilidade na gestão de projetos. O sistema permite que a equipe descreva todo o projeto em um quadro, facilitando a compreensão, identificação de gargalos e oportunidades.

eXtreme Programming (XP)


O eXtreme Programming, ou XP, é uma metodologia ágil voltada à engenharia de software que se parece bastante com Scrum.

Enquanto o Scrum se foca nas práticas de gestão, o XP está mais ligado às funções técnicas. Basicamente, o objetivo do método é levar as boas práticas de desenvolvimento de software ao extremo.

Lean

Uma das filosofias de gestão mais utilizadas, principalmente em processos produtivos, o Lean tem o objetivo de desenvolver projetos enxutos, eficientes e rápidos. Além disso, orienta o fluxo de trabalho para ter entregas rápidas, sem desperdícios e com foco na qualidade


Como e onde usar as metodologias ágeis


Devido a facilidade de encontrar ferramentas com os conceitos ágeis atualmente, você pode começar a implementá-las numa área específica da sua empresa e avançar conforme sentir mais segurança nos resultados obtidos. Abaixo daremos alguns exemplos de processos que podem ser implementados desta forma.


  • Projetos com novas funcionalidades: Quem está pensando em acrescentar ou modificar funções de um produto tradicional pode usar as metodologias ágeis para gerenciar esse projeto específico, como um teste para que a empresa se familiarize com os novos procedimentos.

  • Aplicativos: Lojas, bancos, faculdades e até agências governamentais estão lançando aplicativos para facilitar a acessibilidade entre usuário e serviço. É uma área perfeita para realizar experiências com as metodologias ágeis na sua empresa, afinal estamos falando de um produto cuja natureza é baseada em atualizações constantes.

  • Comunicação: As tecnologias de comunicação foram profundamente impactadas pelas metodologias ágeis. Um plano de marketing baseado em ciclos de atualização permite avaliar como sua mensagem está sendo recebida pelo público e testar linguagens, formatos ou plataformas.


Deu para entender melhor o que é a metodologia ágil?


Como pode notar neste blog, a metodologia ágil é a oportunidade ideal para elevar a performance da gestão de projetos e alcançar os objetivos com maior facilidade. Portanto, reúna com seu time e estude as melhores formas e processos para implementar essa ferramenta.


Gostou do post? A Golive trabalha com algumas metodologias ágeis em nossos projetos. Se quer conhecer melhor nossas soluções, entre em contato conosco: Facebook/ LinkedIn / Instagram/ WhatsApp/ Youtube


107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo