SAP

SAP Business One

Fluxo de caixa

Finanças

Sistema de Gestão

ERP

  • Golive

Cansado de fazer DRE do jeito tradicional? Leia isso


Quem gerencia uma empresa ou deseja abrir um negócio, não consegue escapar da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE). Mas afinal...

O que é DRE?

A Demonstração de Resultados do Exercício se trata de um relatório que mostra se operações de uma organização/empresa estão sendo lucrativas ou gerando prejuízos.

Além da sua aplicação obrigatória em termos legais de apresentação ao Fisco (ECD e ECF), o DRE é de grande importância para a avaliação do seu negócio.

Este relatório é obtido após uma descrição detalhada de receitas, lucros, custos, despesas e outras contas relacionadas para entender sua situação financeira.

Qual é o objetivo do DRE?

A partir das informações sobre as vendas, impostos, custos e despesas, é possível refletir sobre os resultados da organização e reavaliar possíveis mudanças. É, também, um dado importante para quem busca financiamento bancário ou atrair investidores.

Basicamente, esse relatório ajuda a entender melhor a saúde financeira ao fornecer informações, como:

  • despesas excessivas e quais estão aumentando;

  • receitas que aumentaram ou reduziram;

  • capacidade da empresa de gerar lucros;

  • custos mais significativos;

  • se a empresa teve lucro ou prejuízo naquele período.

Esses são dados valiosos para melhorar a tomada de decisões pelo gestor, já que trazem uma visão ampla, geral e transparente das contas do seu negócio.


O que deve constar na DRE?


A elaboração do DRE não tem um modelo único, variando, assim, conforme o porte e a atividade da empresa. Porém algumas informações são cruciais. Veja a seguir os dados que devem constar na declaração:

  • Receita de vendas: deve ser apresentado toda a receita gerada pela venda de produtos ou prestação de serviços;

  • Deduções e impostos: deve ser apresentado os descontos que foram oferecidos, além dos impostos relacionados diretamente com as vendas;

  • Custo Variável (CPV ou CMV): deve ser apresentado o Custo de Produtos ou mercadorias Vendidas e/ou o Custo dos Serviços Prestados;

  • Despesas: deve ser apresentado as despesas fixas (Ex:. Aluguéis, salários, etc) e variáveis (Ex:. Fretes, combustíveis, serviços tomados, etc) que não estão relacionadas com a produção;

  • Resultado do exercício: equivale aos lucros ou aos prejuízos verificados depois do lançamento de todas as receitas e despesas listadas anteriormente.

Como o ERP pode ajudar?

Para tornar os processos do setor financeiro, controladoria e contábil mais eficientes, é possível contar com um sistema de gestão ERP. Esse software pode e deve trazer as boas práticas de compliance e do mercado gerando de forma automática e confiável os dados referentes ao seu DRE.


Abaixo acesse um vídeo com uma breve demonstração de como é possível gerar além do DRE outros relatórios contábeis utilizando a ferramenta SAP Business One.


E na sua empresa, você tem as informações do DRE de forma fácil e rápida? Ou são necessários planilhas ou até mesmo ligar para o contador para ele lhe enviar?

A GoLive Consultoria trabalha com os ERPs lideres de mercado: SAP Business One e TOTVS Protheus os quais tem a ferramenta de DRE de forma nativa, sendo possível gerar a mesma em questão de segundos.


Conheça melhor nossas soluções tecnológicas nas nossas redes sociais: Facebook/ LinkedIn / Instagram/ WhatsApp/ Youtube


#Controladoria #Contabilidade #Financeiro #Relatórios #Gestão #ERP #SAPBusinessOne #SAPB1 #TOTVS #Protheus #Tecnologia

83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo