SAP

SAP Business One

Fluxo de caixa

Finanças

Sistema de Gestão

ERP

  • Golive

Quais os principais indicadores e como medir o desempenho da indústria


Robert Kaplan e David Norton, os autores da metodologia Balanced Scorecard (BSC), disseram uma frase famosa: “O que não pode ser medido não pode ser gerenciado”.


Como gestor, você certamente conhece o seu significado muito bem, afinal, você entende que os dados digitais funcionam como uma bússola e podem orientar a tomada de decisões da empresa.


A maioria desses dados vem de indicadores de desempenho, que são os KPIs (Key perfomance Indicator ou então indicadores chave de desempenho). Esses indicadores representam um modelo de medição de desempenho que auxilia no entendimento da situação operacional da empresa, principalmente aquela relacionada ao plano estratégico. De startups a grandes conglomerados ou indústrias, isso se aplica a qualquer empresa. Especialmente neste blog, vamos nos concentrar em como medir o desempenho industrial. Para isso, siga o que preparamos sobre os indicadores industriais.


O que é um KPI?

Um Indicador de Desempenho é um valor quantitativo que permite à empresa medir o que está sendo realizado. O objetivo é que ele seja gerenciado para atingir as metas planejadas. Em geral, as organizações usam KPIs para poder avaliar o sucesso no cumprimento das metas, então dizemos que os Indicadores de Desempenho demonstram como uma organização está efetivamente atingindo seus objetivos principais.


Quais os principais Indicadores Industriais?



Os indicadores industriais são todos os dados que podem ser coletados dentro de uma fábrica que permitem analisar e verificar o desempenho de suas atividades e produções. São úteis, também, para prospectar cenários futuros e avaliar se determinado produto será ou não rentável.

A tarefa de selecionar KPIs dependerá do seu ramo de atividade e da parte da empresa que você deseja controlar. Isso ocorre porque cada departamento usará diferentes tipos de indicadores com base em metas específicas. Porém, via de regra, a definição dos indicadores depende de onde a indústria se encontra no momento, para onde quer chegar e o que é relevante para o seu processo.


Cada tipo de indústria pode trabalhar com seus indicadores específicos. Por exemplo, um bom KPI para uma indústria de manufatura poderia ser o MTBF (Mean Time Between Failures ou Tempo Médio entre Falhas) e MTTR (Mean Time To Repair ou Tempo Médio para Reparo). Já para uma indústria farmacêutica poderia ser o número de lotes rejeitados por exemplo.

No entanto, independente da indústria, alguns indicadores podem ser considerados como gerais, ou seja, aplicáveis a qualquer setor industrial.

  • Indicadores de Resultado (Econômicos)

  • Indicadores de Caixa (Financeiros)

  • Indicadores Patrimoniais

  • Indicadores para Análise de Investimentos Operacionais

  • Indicadores para Análise de Investimentos Financeiros

  • Indicadores de Produtividade

  • Indicadores de Risco (KRI)

  • Indicadores de Gestão de Pessoas

  • Indicadores de Marketing

  • Indicadores de Vendas

  • Indicadores de Mercado

De forma mais abrangente, podemos citar outros Indicadores Industriais que se aplicam aos mais variados segmentos:

  • Indicadores de pedidos

Estoque obsoleto, ou que demore muito para girar, acabará sendo uma despesa muito alta. A falta de liquidez dos ativos presos no estoque pode ser um sinal de problemas financeiros à vista. Podemos dar como exemplo: indicadores de giro de estoque, percentual de pedidos não cumpridos, percentual de pedidos entregues de forma correta, sem danos ou atrasos.

  • Indicadores de produção

Para qualquer indústria é essencial que seja feito um monitoramento da produção a fim de analisar sua eficiência e tempo de atividade. Os indicadores de produção industrial podem ser usados para reduzir custos, melhorar a produtividade e maximizar o lucro. Podemos dar como exemplo: número de produtos produzidos, tempo de inatividade de maquinas e horas trabalhadas na produção.

  • Outros indicadores industriais

Indicador de Produtividade: medindo o que acontece dentro dos processos e atividades, os gerentes são capazes de identificar melhor os problemas. Dessa forma, conseguem atuar com prontidão para evitar que esses problemas causem danos à empresa e aos clientes. A produtividade está ligada ao grau de utilização de recursos como espaço, ferramentas, mão de obra, insumos, técnicas de gestão, meios de transporte internos e externos, informatização, jornada de trabalho, etc.


Indicadores da Qualidade: medir como o produto é percebido pelo cliente, ou seja, ao analisá-lo é possível saber se a empresa atende aos requisitos dos clientes. Os indicadores de qualidade resultam de uma média entre o total de erros ou falhas que acontecem em um processo e a produção total.


Quando falamos especificamente de indicadores industriais, vimos que eles podem variar de acordo com o setor de atuação da empresa. Além de determinar a fluidez dos processos e garantir a precisão do serviço prestado, as métricas dão uma noção precisa sobre o custo de cada peça. Assim, é possível mensurar o lucro da empresa. Mas se os indicadores de desempenho específicos de uma indústria variam, uma coisa é certa: toda organização busca excelência na gestão, logo, todo negócio precisa ser gerenciado com base em dados e informações precisas (aí é que entra a importância dos indicadores industriais).


E na sua empresa, como os indicadores industriais têm sido utilizados?


A GoLive Consultoria trabalha com os ERPs lideres de mercado: SAP Business One e TOTVS Protheus. Conheça melhor nossas soluções tecnológicas nas nossas redes sociais: Facebook/ LinkedIn / Instagram/ WhatsApp/ Youtube

#Industria #KPI #Gestão #ERP #SAPBusinessOne #SAPB1 #TOTVS #Protheus #Tecnologia


111 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo